Seja bem-vindo ao portal!
Senha Lembrar?

"Promover educação e cultura que assegurem a VISÃO QUADRANGULAR"










Artigo 106 – O Departamento Cultural é o órgão responsável pelo desenvolvimento da produção artística e intelectual da IEQ.

Artigo 107 – São funções do Departamento Cultural:

I – Promover, coordenar e incentivar atividades e programas culturais, artísticos e literários;

II – Fomentar as iniciativas culturais e artísticas das unidades de ensino;

III – Promover a defesa e conservação do patrimônio cultural, artístico e científico da IEQ, catalogando-o e classificando-o, entre outras medidas;

IV – Realizar e incentivar festivais, concursos, encontros, seminários, conferências, exposições e outras promoções relativas ao desenvolvimento cultural da IEQ;

V – Executar programas e projetos do desenvolvimento das artes e de preservação da identidade quadrangular;

VI – Orientar e acompanhar projetos culturais da iniciativa de membros da IEQ.

Sugestões de filmes, livros e outros materiais que podem contribuir na formação dos discentes e docentes da área educacional
Sugestões úteis na formação e motivação dos educadores
"Escritores de Liberdade"
Este filme,(Freedom Writers, EUA, 2007) aborda, de uma forma comovente e instigante, o desafio da educação em um contexto social problemático e violento. Tal filme se inicia com uma jovem professora, Erin (interpretada por Hilary Swank), que entra como novata em uma instituição de "ensino médio", a fim de lecionar Língua Inglesa e Literatura para uma turma de adolescentes considerados "turbulentos", inclusive envolvidos com gangues.
Nesse sentido, o filme "Escritores da Liberdade" merece ser visto como apreço, sobretudo pela sua ênfase no papel da educação como mecanismo de transformações individuais e comunitárias. Com essas considerações, vê-se que a educação, como já ressaltaram grandes educadores da estirpe de Paulo Freire, tem um papel indispensável no implemento de novas realidades sociais, a partir da conscientização de cada ser humano como artífice de possíveis avanços em sua própria vida e, principalmente, em sua comunidade. Educadores devem assistir este filme.
"Quase deuses".
Conta a história verdadeira e emocionante de dois homens que desafiaram as regras em sua época para iniciar uma revolução médica. Na Baltimore dos anos 40, o Dr. Alfred Blalock (Alan Rickman, de Harry Potter e o Cálice de Fogo) e o técnico de laboratório Vivien Thomas (Mos Def, de Uma Saída de Mestre) realizam cirurgias cardíacas usando uma técnica sem precedentes, atuando como equipe de uma maneira impressionante. Mas ao mesmo tempo em que travam uma corrida contra o tempo para salvarem a vida de um bebê, ambos ocupam diferentes condições sociais na cidade. Blalock é o saudável homem branco que comanda o Departamento Cirúrgico do Hospital Johns Hopkins; Thomas é negro e pobre, um habilidoso carpinteiro. Quando Blalock e Thomas desbravam um novo campo na medicina, salvando milhares de vidas graças ao processo, as pressões sociais ameaçam minar sua parceria e por um fim à amizade que nasceu entre eles.
Excelente para motivar e desafiar pessoas.
"O clube do imperador".
William Hundert (Kevin Kline) é um professor apaixonado de História Antiga e tem como objetivo ultrapassar a rotina acadêmica e ensinar os alunos a viver. Respeitado pela diretoria de um colégio para rapazes da alta sociedade norte-americana, ele é reconhecido entre todos por ensinamentos como: “o caráter de um homem é o seu destino”. Mas a calmaria estava com os dias contados. Recém-matriculado, Sedgewick Bell (Emile Hirsch), filho de um influente senador, contesta cada um desses valores transmitidos em aula. Apesar da atitude intempestiva, o rapaz demonstra inteligência e Hundert não deixa de valorizá-lo. O que, a princípio, parecia uma guerra de egos transforma-se aos poucos em incentivo. O rapaz chega a participar de competições culturais, mas trai a confiança do professor ao tentar trapacear as regras. Trata-se de um drama envolvente, que suscita reflexões sobre a tarefa do educador na formação de seus alunos.
Educadores podem avaliar o seu papel junto aos alunos.
"O céu de outubro".
O Céu de Outubro é um drama baseado no livro homônimo de Homer Hickam sobre a história verídica de quatro garotos que decidem construir modelos de foguetes em 1957, o mesmo ano do lançamento do satélite soviético Sputnik. O feito que fascinou gerações também atinge a pequena cidade de Coalwood, uma comunidade baseada na extração de carvão. Sonhando com as estrelas e a capacidade humana de reinventar a vida, o adolescente Homer Hickman Jr. (Jake Gyllenhaal) (hoje funcionário da Nasa) já tem seu destino reservado pelo pai, um trabalhador da mina de carvão que espera o mesmo futuro sombrio para o filho. Homer recusa a perspectiva de escravidão, e com a ajuda da professora Freida Riley (Laura Dern) e dos amigos Quentin (Chris Owen), Roy Lee (William Lee Scott), e O'Dell (Chad Lindberg), ele bola um projeto de construção de foguetes para um concurso de ciências, cujo prêmio é uma cobiçada bolsa para a universidade.
Educadores que inspiram pessoas
"Mentes perigosas".
Michelle Pfeiffer (Batman Regressa, Lobo), uma das mais populares atrizes de Hollywood, oferece-nos um poderoso desempenho como uma ex-Marine que decide ser professora de inglês, neste explosivo êxito aclamado pela crítica! Concretizando o seu sonho de lecionar, LouAnne Johnson (Pfeiffer) é colocada como professora de um grupo de rebeldes adolescentes que aceitam o insucesso como forma de vida. Determinada em ganhar-lhes a confiança e a fazer a diferença nas suas vidas, LouAnne não olha a meios para atingir fins aprendendo, no limite, algumas duras lições. Com uma fabulosa banda sonora e um talentoso elenco, MENTES PERIGOSAS é entretenimento garantido e, seguramente, um dos melhores filmes do ano.Educadores que inspiram pessoas
"Patch Adams, o amor é contagioso".
Em 1969, após tentar se suicidar, Hunter Adams (Robin Williams) voluntariamente se interna em um sanatório. Ao ajudar outros internos, descobre que deseja ser médico, para poder ajudar as pessoas. Deste modo, sai da instituição e entra na faculdade de medicina. Seus métodos poucos convencionais causam inicialmente espanto, mas aos poucos vai conquistando todos, com exceção do reitor, que quer arrumar um motivo para expulsá-lo, apesar dele ser o primeiro da turma. Podemos fazer as mesmas coisas de maneira muito melhor.
"Desafiando gigantes".
Em 1969, após tentar se suicidar, Hunter Adams (Robin Williams) voluntariamente se interna em um sanatório. Ao ajudar outros internos, descobre que deseja ser médico, para poder ajudar as pessoas. Deste modo, sai da instituição e entra na faculdade de medicina. Seus métodos poucos convencionais causam inicialmente espanto, mas aos poucos vai conquistando todos, com exceção do reitor, que quer arrumar um motivo para expulsá-lo, apesar dele ser o primeiro da turma. Podemos fazer as mesmas coisas de maneira muito melhor.
Sugestões úteis na formação e motivação dos educadores
SEEC-SP © Copyright 2014 - Todos os direitos reservados